CENTRO DE IMUNIZAÇÕES E CLÍNICA

Ética em Imunizações e Atendimento Médico, desde 1998

Av. Vereador José Diniz, 3457 - 5o. andar

Campo Belo Medical Center

É  (11) 5041-1248 / 5531-5362

 Meningo no mundo

Atendemos de 2a. a 6a. feiras das 9:00h às 17:30h e aos Sábados das 8:00h às 12:00h

WIR SPRECHEN DEUTSCH - ENGLISH IS SPOKEN

 

Somos acreditados pela

Somos credenciados pela

  

 

 

 

DOENÇAS PREVENÍVEIS POR VACINAS

Tuberculose
Hepatite B
Difteria
Tétano
Coqueluche
Doenças causadas pelo Hemófilo tipo B
Poliomielite
Rotavirose
Doença Pneumocócica
Doença Meningocócica

Sarampo
Caxumba
Rubéola
Varicela
Hepatite A
Febre Amarela
Influenza (Gripe)
Raiva
Doenças causadas pelo HPV
Cólera e Diarréia dos Viajantes

Febre Tifóide

 

Tuberculose

Doença infecciosa sistêmica causada pelo Mycobacterium Tuberculosis, que acomete principalmente o trato respiratório em adultos, sendo geralmente transmitida por uma pessoa com lesão ativa pulmonar, através de gotículas respiratórias. A vacinação precoce dos recém-nascidos com o BGC visa prevenir a ocorrência de formas graves em crianças em países onde a doença é endêmica, como o Brasil. A piora das condições de vida, alimentação e moradia favorecem o aumento de casos da doença em nosso meio. Pode também estar associada a condições de diminuição de resistência imunológica, como AIDS, diabetes e alcoolismo. VOLTA

Hepatite B

Surgem cerca de 50 milhões de casos novos por ano, no mundo. Destes pacientes, Dois milhões irão a óbito por Cirrose ou Câncer no Fígado. A doença, que se transmite através de fluidos corpóreos como sangue, saliva e sêmen, tem evolução arrastada e pode se tornar cônica em 8% dos casos. Não existe tratamento específico e sua prevenção é extremamente simples, através de 3 doses de vacina.VOLTA

Difteria

A Difteria é uma infecção bacteriana, causada pela Corinebacterium diphtheriae, de evolução grave. Acomete as vias aéreas superiores, formando placas purulentas e úlceras em região das amígdalas, podendo se disseminar. É altamente contagiosa e transmite-se por via respiratória. Sua incidência diminuiu consideravelmente após a instituição da vacina. VOLTA

Tétano

As contraturas musculares involuntárias causadas pela toxina do Clostridium Tetani ocorrem após a contaminação de ferimentos por essa bactéria anaeróbia. Pode acometer crianças e adultos, e sua evolução geralmente é grave, demandando um longo período de internação em Unidades de Terapia Intensiva. Existe também o Tétano Neonatal, cujo foco de origem é o Côto Umbilical contaminado, justificando o uso da vacina antitetânica na gestação. VOLTA

Coqueluche

A Coqueluche, ou pertussis, é vulgarmente conhecida como ”Tosse Comprida”. É causada pela bactéria Bordetella pertussis, cujas toxinas atingem as terminações nervosas das vias respiratórias e causam acessos de tosse por um período prolongado. Pode evoluir com complicações diversas, principalmente em lactentes jovens. VOLTA

Doenças causadas por Hemófilo B

As infecções pelo Haemophilus Influenzae do Tipo B acometem principalmente crianças menores de 5 anos, podendo causar infecções localizadas ou doença invasiva, tais como otites, pneumonia, epiglotite, celulite e até meningite.  Sua incidência sofreu grande redução com o advento da vacina. Pode acometer adultos em situações especiais como imunodepressão (transplantes) ou asplenia (ausência do baço). VOLTA

Poliomielite

A infecção pelo poliovírus pode causar doença paralítica de vários graus. Apesar de erradicada em vários países, inclusive nas Américas e no continente Europeu, a doença ainda é endêmica em muitos países da África e Ásia, podendo ocorrer reintrodução do vírus a qualquer momento no Brasil, necessitando alerta permanente. VOLTA

Rotavirose

A infecção pelo Rotavírus causa febre, vômitos, diarréia intensa e desidratação. A cada ano mais de dois milhões de crianças são internadas em todo o mundo.  São 440.000 mortes anuais.

 Cerca de 90% das crianças abaixo de dois anos já tiveram ao menos uma vez infecção pelo Rotavírus e em torno de 40% dos casos de diarréia no Estado de São Paulo têm essa etiologia.

 O Rotavírus é extremamente contagioso, sendo transmitido pela via fecal-oral. Pode permanecer no ambiente que cerca as crianças por muito tempo. VOLTA

Doença Pneumocócica

O Pneumococo (Streptococcus pneumoniae) é uma bactéria presente em todo mundo e freqüentemente causa em crianças e adultos doenças como pneumonia, otite, sinusite, faringite e a mais temida: a meningite

Ocorre principalmente sob a forma de infecção secundária a viroses do trato respiratório superior (gripes e resfriados)

A resistência do Pneumococo aos antibióticos mais comuns (como os derivados da Penicilina) chega a 25%,o que dificulta e onera em muito o tratamento de tais infecções. No mundo todo, cerca de DOIS MILHÕES de pessoas falecem anualmente em decorrência desta bactéria.

O grupo de maior risco é constituído de crianças menores de cinco anos, principalmente aquelas que freqüentam berçários e pré-escolas; adultos tabagistas ou com mais de sessenta anos e, independente da idade, portadores de infecções respiratórias de repetição e de doenças crônicas (diabetes, distúrbios renais, hematológicos e hepáticos). VOLTA

 

Doença Meningocócica

Há anos a Cidade de São Paulo vive uma epidemia de Doença Meningocócica. A incidência da Doença aumenta nos meses frios, quando ocorre maior aglomeração de pessoas. O agente causador, a Neisseria Meningitidis (Meningococo), possui vários sub grupos (sorotipos): A, B, C entre  outros.

Em nosso meio predominam os sorotipos C - cerca de 70% dos casos e B – 30%, a doença atinge principalmente crianças abaixo de dois anos de vida.

A doença é extremamente grave, podendo evoluir para o óbito em questão de horas. VOLTA

Sarampo

Doença infecciosa viral aguda, altamente contagiosa, que acomete crianças e adultos, causando febre alta, manchas no corpo, tosse, coriza e conjuntivite. Pode evoluir com complicações diversas, como pneumonia, otite e encefalite. Graças à vacinação de rotina, está em fase de eliminação em nosso país, porém têm ocorrido alguns casos importados de outros países (Japão e Europa), ou na forma de surtos, principalmente em grupos de pessoas não vacinadas. Deve ser imediatamente comunicada às autoridades sanitárias para que sejam desencadeadas as medidas de controle. É mais grave em crianças menores de 1 ano, desnutridos e imunodeprimidos. VOLTA

Caxumba

Doença causada por um vírus, que acomete as glândulas parótidas, sendo também chamada de parotidite. Causa um edema doloroso do pescoço, logo abaixo das orelhas, de um ou ambos os lados, acompanhada de febre, cefaléia e mal estar. Pode evoluir com complicações como orquite (inflamação dos testículos), ooforite (dos ovários), meningite viral asséptica e artrite, entre outras. Acomete principalmente crianças e adolescentes. VOLTA

Rubéola

Doença exantemática, geralmente benigna, mais comum em crianças e adultos jovens. Os sintomas mais comuns são a febre, manchas róseas na pele, aumento dos gânglios na região do pescoço e dores articulares. Quando acomete gestantes pode ocasionar a morte fetal ou anomalias congênitas graves, com retardo mental, cegueira, surdez e malformações cardíacas. Pode ocorrer de forma isolada ou em surtos, principalmente entre escolares. VOLTA

 Varicela

Também conhecida como Catapora, é uma doença infecciosa viral, altamente contagiosa, causada pelo vírus Varicela-Zoster. A transmissão se dá por gotículas de secreções respiratórias através da tosse ou espirros, ou também pelo contato direto com as lesões úmidas de pele. A época de maior incidência é no final do inverno e início da primavera, podendo ocorrer sob a forma de surtos ou isoladamente.

As manifestações clínicas são: inicialmente um quadro gripal, com febre e mal estar, que evolui com a erupção cutânea de até 500 lesões vesiculosas (tipo bolhas de água), circundadas por um halo avermelhado, que surgem primeiramente no tronco e rapidamente se espalham pelo corpo, até se transformarem em crostas. Em geral a duração da doença é de cerca de 10 dias, período em que o doente deve permanecer afastado do convívio social, evitando a disseminação da doença. É importante causa de absenteísmo, tanto no trabalho como escolar. 

 A gravidade é variável, podendo evoluir com complicações como: pneumonia, infecções secundárias na pele, encefalite, hemorragias e até mesmo ser fatal. Quando há muitas lesões na pele, associadas a um prurido intenso, a doença pode cursar com marcas cicatriciais profundas e definitivas. As complicações são mais comuns em crianças debilitadas, adolescentes e adultos, mas podem acometer também crianças sadias. VOLTA

Hepatite A

Infecção viral hepática transmitida por via fecal-oral, através de água e alimentos contaminados ou de pessoa a pessoa. Pode ocorrer de forma isolada ou em surtos, principalmente onde há precárias condições de higiene. Pode ser assintomática ou provocar dor abdominal, febre, icterícia e fraqueza, por aproximadamente 3 semanas. Geralmente evolui para a cura, sem seqüelas. Raramente pode manifestar-se de forma mais grave. VOLTA

Febre Amarela

É uma arbovirose, transmitida ao homem pela picada de mosquito, podendo apresentar-se nas formas silvestre e urbana. No Brasil, são consideradas áreas de alto risco as regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste. Algumas regiões de divisa nos Estados de São Paulo e Paraná têm risco intermediário. Existem surtos notificados em países da África e América do Sul, como Bolívia e Peru. Os principais mosquitos transmissores são os do gênero Haemagogus e Sabethes (na região silvestre) e o Aedes aegypti (nas áreas urbanas).

A doença pode ter gravidade variável, com febre alta, hemorragias, icterícia e comprometimento de vários órgãos e sistemas. O período de incubação é de 3 a 6 dias, e a transmissão pode ocorrer por cerca de 1 semana. Não há tratamento específico.

Há rigoroso controle sanitário de portos, aeroportos e fronteiras, sendo exigido o Certificado Internacional de Vacinação a viajantes provenientes de áreas endêmicas. VOLTA

 Influenza (Gripe)

 Causada por um vírus com alta capacidade de mutação, a gripe afeta anualmente milhões de pessoas em todo o mundo. Pode ocorrer de forma endêmica ou em pandemias, geralmente a cada 20 ou 30 anos. Sua gravidade consiste principalmente nas complicações infecciosas secundárias ocasionadas por bactérias, principalmente em pessoas de maior risco como idosos, crianças e imunodeprimidos. Sua transmissão é feita através da via respiratória. Recentemente notificaram-se surtos de Gripe de evolução grave em seres humanos contaminados por Aves (Gripe Aviária) no Extremo Oriente. A transmissão inter humana desta forma ainda não foi comprovada. VOLTA

Raiva Humana

É uma encefalite viral grave transmitida por mamíferos. Em nosso meio, o cão é o principal transmissor, seguido pelo gato, morcego, macaco, raposa e, mais raramente, outros mamíferos domésticos e silvestres. O vírus é excretado pelas glândulas salivares do animal infectado e transmitido principalmente através de ferimentos na pele causados por mordeduras, arranhaduras ou lambeduras de mucosas. De acordo com o local e a gravidade do ferimento, o risco pode ser avaliado e as medidas de controle imediatamente tomadas, como soro-vacinação imediatas ou observação do animal por período de 10 dias, quando este for sadio e domiciliado. Grupos de risco profissional devem receber a profilaxia pré-exposição.

Os sintomas da doença desenvolvem-se em poucos dias, com dificuldade à deglutição, contraturas musculares e espasmos, evoluindo a óbito em 100% dos casos. Sempre que possível deve ser feita necropsia do animal com suspeita da doença para confirmação diagnóstica. VOLTA

HPV

As infecções pelo Papilomavírus humano (HPV) geralmente causam verrugas no aparelho genital de mulheres e homens, além de lesões no colo do útero que podem evoluir, a em longo prazo,  para o Câncer. É considerada uma doença sexualmente transmissível, podendo acometer pessoas em qualquer idade.  A cada ano, cerca de 230.000 mulheres  falecem por causa do Câncer de colo de útero. A prevenção pode ser feita através da vacinação específica e do exame de Papanicolaou anual. VOLTA

Cólera e Diarréia dos Viajantes

Doenças de transmissão fecal-oral habitualmente contraidas por viajantes que se dirigem aos lugares endêmicos. O Brasil, apesar de ter controlado a epidemia de Cólera, apresenta alta incidência de ETEC (Escherichia Coli Enterotoxigênica), assim como México, América Central, Africa, Oriente Médio e Asia. VOLTA

Febre Tifóide

Também é doença de transmissão fecal-oral causada pela Salmonella Typhi que ocorre em locais de higiene precária, no Brasil principalmente nas Regiões Norte e Nordeste. Caracteriza-se por febre, dor abdominal, cefaléia, mal estar e manchas pelo corpo. 15% dos Casos não tratados podem ser letais. VOLTA

HOME